11
MAIO
2017

Como tratar a fome noturna?

Posted By :
Comments : Off

A fome noturna é mais comum do que se imagina e estudos apontam que 25% das pessoas com excesso de peso possuem o hábito. Tanto que os cientistas identificaram que alguns casos podem ser caracterizados como Síndrome, cujos sintomas são: excesso de fome à noite, o que leva a um alto consumo de calorias e ausência de fome durante a manhã, perda de controle sobre a quantidade de comida ingerida, distúrbio marcado (perturbação emocional) em episódios de compulsão, comer mais rapidamente do que o normal, comer até sentir-se desconfortavelmente cheio, comer grandes quantidades de alimentos, mesmo sem sentir fome física, comer sozinho por vergonha, armazenar alimentos para consumir secretamente mais tarde, nunca se sentir satisfeito ou saciado, não importa a quantidade de alimento consumido, entre outros.

De acordo com o médico Juliano Pimentel, o problema pode ser causado pela dificuldade em dormir e as consequências são o maior risco de obesidade, doença cardíaca, diabetes e hipertensão; aumento da ansiedade, depressão e irritabilidade; dificuldade de dormir ou insônia, doença da vesícula biliar e dores musculares e articulares.

Como o problema tem fundo compartamental, o primeiro passo para tratar a fome noturna é mudar hábitos alimentares e investir num estilo de vida saudável. O especialista dá 10 dicas para ajudar a resolver o problema:

1. Não durma com fome, pois além do sono e metabolismo ficarem comprometidos, a fome pode aumentar as chances de atacar a geladeira de madrugada.

2. No jantar, opte por proteínas magras com vegetais, que ajudam a aumentar a produção de melatonina e ajuda a adormecer mais rapidamente.

3. Evite comer doces, açúcar, carboidratos simples e suco ou frutas adoçados artificialmente antes de dormir.

4. No jantar, opte por alimentos integrais, que possuem mais fibra e dão maior sensação de saciedade.

5. Alimentos ricos em melatonina, como banana, morango, tomate e rabanete, ajudam a dormir melhor.

6. À noite, coma lentamente e sem distrações, como televisão ou aparelhos eletrônicos. Mastigue bem os alimentos.

7. Tenha ter um horário de sono regular, com hora certa para dormir e para acordar, mesmo aos fins de semana.

8. Evite atividades que atrapalham o sono, como ingerir cafeína após às 18h, fazer atividades físicas de alta intensidade poucas horas antes de dormir, dormir próximo a ruídos ou usar aparelhos eletrônicos meia hora antes de dormir.

9. Tente reduzir o estresse durante o dia.

10. Não faça uso de bebidas alcoólicas, cigarros e drogas.

Sobre o Autor