Ensino remoto de emergência

Muitos membros ativos da comunidade acadêmica, incluindo alguns de nós, vêm
debatendo acaloradamente a terminologia nas mídias sociais, e “ensino remoto
de emergência” surgiu como um termo alternativo comum usado por
pesquisadores e profissionais de educação EAD para traçar um contraste claro
com o que muitos de nós conhecemos como educação EAD de alta qualidade.
Alguns leitores podem discordar do uso do termo “ensino” em detrimento de
escolhas como “aprendizado” ou “instrução”. Em vez de debater todos os
detalhes desses conceitos, selecionamos “ensino” por causa de suas definições
simples – “o ato, a prática ou a profissão de um professor” e “o compartilhamento
concertado de conhecimento e experiência”, juntamente com o fato de que as
primeiras tarefas realizadas durante as mudanças de emergência no modo de
entrega são as de um professor/instrutor/professor.

A faculdade EAD, incluindo ensino e aprendizagem EAD, tem sido estudada há
décadas. Numerosos estudos de pesquisa, teorias, modelos, padrões e critérios
de avaliação se concentram na aprendizagem EAD de qualidade, no ensino EAD
e no design de cursos EAD. O que sabemos da pesquisa é que o aprendizado
EAD eficaz resulta de um planejamento e design instrucional cuidadoso, usando
um modelo sistemático para design e desenvolvimento.
O processo de design e a consideração cuidadosa de diferentes decisões de
design têm impacto na qualidade da instrução. E é esse processo de design
cuidadoso que estará ausente na maioria dos casos nesses turnos de
emergência. Unoeste faculdade de educação fisica ead

Leave a Reply

Your email address will not be published.